DANI PORTELA DEBATE DIREITO DAS CRIANÇAS NA REABERTURA DOS TRABALHOS DA CMR

 Câmara Municipal do Recife retomou suas atividades nesta segunda-feira (2 ), após o período de recesso. Dando seguimento às agendas parlamentares, na Reunião Ordinária realizada na manhã de hoje, a vereadora Dani Portela (Psol) reforçou convite para a audiência pública que acontece na próxima quarta-feira (4), às 15h, com o tema “Todas as Crianças na Creche”.

A videoconferência será transmitida ao vivo pelo canal do Youtube da Câmara de Vereadores.  Durante pronunciamento, a Parlamentar chamou atenção para uma realidade preocupante: 57% das crianças recifenses de 0 a 3 anos não têm acesso à creche. Este fator também impacta a vida de diversas mulheres na capital pernambucana, principalmente mulheres negras.

“Justamente porque muitas são trabalhadoras informais, mães solo que têm que sair diariamente para garantir o sustento da sua família, ainda mais na pandemia, e precisam deixar seus filhos ou filhas em um local adequado e seguro”, destacou Dani, na reunião virtual.


“Essa defesa é também uma forma de debater justiça social com as mulheres, muitas delas mulheres negras, pobres dentro de uma sociedade de um modelo patriarcal, machista, racista e capitalista que estrutura o pior lugar dos indíces sociais para que essas mulheres ocupem”, completou.


De acordo com a Vereadora, já estão confirmados para a audiência pública “Todas as Crianças na Creche” representantes da sociedade civil e do poder público.

Iniciativa visa fortalecer o debate em torno da criação de uma política pública que garanta o direito de todas as crianças do Recife à creche – ponto já assegurado pela Constituição Federal brasileira em seu Artigo 208, inciso IV que diz ser dever do Estado garantir a educação infantil, em creche e pré-escola – até os cinco anos de idade. 


“Essa foi uma promessa bradada por vários candidatos nas campanhas do ano passado, mas a gente precisa fazer com que essa promessa seja cumprida para fortalecer não só a pauta da creche, mas a pauta da luta das mulheres por uma sociedade que seja efetivamente mais justa e igualitária para todas e todos nós”, pontuou a vereadora Dani Portela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *