PF REALIZA OPERAÇÃO CONTRA SUSPEITOS DE INVADIR CONTAS DA CAIXA, EM AL E PE

Polícia Federal realiza nesta quinta-feira (22) a Operação Linha Fina, que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que atuava em Maceió . Suspeitos são responsáveis por lavagem de dinheiro e receptação de valores retirados de contas bancárias da Caixa Econômica Federal durante os anos de 2017 e 2018.

A ação ocorre em Alagoas e Pernambuco. Uma pessoa foi presa. Os policiais cumpriram 10 mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva expedidos pela 13ª Vara da Justiça Federal de Alagoas.

As investigações começaram após a Caixa Econômica informar para a PF que a conta de uma pessoa da cidade de Salto (SP) foi invadida. Os criminosos transferiram R$ 10 mil para uma conta em Maceió. Após investigação, foi constatado que outras contas alagoanas também receberam dinheiro de contas invadidas na cidade de Salto.

A organização em Maceió recrutava pessoas que tinha interesse em receber transferências fraudulentas em suas contas. Depois, esse valor era repassado em espécie para quem promovia o recrutamento, recebendo em troca uma pequena parcela daquele valor.

A PF acredita que a organização criminosa está relacionada com o grupo preso na Operação Bandeirantes, deflagrada em 2018. O prejuízo estimado para a Caixa Econômica Federal, até o momento, foi de aproximadamente R$ 250 mil.

Durante o cumprimento dos mandados, policiais federais prenderam o responsável pela organização em Recife (PE). Ele será encaminhado ao sistema prisional alagoano após ser submetido a exame de corpo de delito. Segundo as investigações, o preso já respondeu pelos crimes de roubo e estelionato,  perante à Justiça de Alagoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *