PREFEITURA INICIA FISCALIZAÇÃO PARA CONTER AGLOMERAÇÃO EM BAIRROS, NO RECIFE

Prefeitura do Recife iniciou nesta terça-feira (17), uma série de ações de fiscalização para reforçar o cumprimento do decreto estadual de restrições contra a Covid-1, pelo Bairro Bomba do Hemetério, na Zona Norte.

O bairro foi escolhido pelos registros de cenas de aglomeração, música alta e consumo de bebida alcoólica no fim de semana. Participaram servidores da Secretaria Executiva de Controle Urbano – Secon, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Brigada Ambiental. Pelo governo do Estado o Procon marcou presença.

A ação visa orientar comerciantes e moradores para a necessidade do respeito às regras sanitárias de combate à pandemia. No último final de semana o bairro registrou cenas de aglomeração, consumo de bebida alcoólica e música alta.

A fiscalização teve caráter educativo. Pontos de comércio – formal e informal – foram abordados e os proprietários foram alertados sobre a importância de continuar com as medidas de prevenção: uso de máscara, higienização constante das mãos e distanciamento social, além da adesão ao esquema de vacinação.

Além disso, foi dado o alerta para que as pessoas não compareçam a eventos como o registrado no último final de semana, sob pena de aumentar a possibilidade de contágio pelo novo coronavírus.

“Quem for pai ou mãe, que converse com os filhos. Quem for adulto e cogitar ir a um evento como aquele, lembre-se de que a pandemia ainda não acabou e que, apesar dos avanços que o Recife tem experimentado com a vacinação e a ocupação decrescente de leitos de UTI, só com a união dos esforços de todas as pessoas é que vamos conseguir evitar o contágio”, explicou a Secretária Executiva de Controle Urbano, Marta Lima.

Ela também, lembrou que o município já tem 40% da população imunizada. “Foram meses de muito trabalho duro de milhares de pessoas para chegarmos nesse estágio e não podemos colocar isso tudo a perder com festas irregulares e desrespeito às normas sanitárias”.

Na Bomba do Hemetério, muitas pessoas foram aconselhadas e usar máscaras. Arte-educadores do projeto Bora se cuidar circularam com mensagens de apoio à prevenção e distribuíram máscaras para os moradores.

Um comerciante, que preferiu não se identificar, alertou que a adesão à proteção facial é baixa na localidade, e que é preciso coibir a entrada de carros de som – conhecidos como “paredões” – nos finais de semana.

“A ação desta terça-feira teve caráter educativo, mas avisamos que será observado tudo que compete ao município: controle urbano, observação de licenças e condições sanitárias dos estabelecimentos. Continuamos em apoio ao governo do Estado nas fiscalizações mais amplas”, explicou a Secretária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *