AUXÍLIO EMERGENCIAL: MAIS DE 17 MIL SERVIDORES DO ESTADO RECEBERAM INDEVIDAMENTE

Levantamento feito pelo Ministério Público de Pernambuco – MPPE confirmou o pagamento indevido do auxílio emergencial para milhares servidores públicos do Estado.

A investigação concluiu que, apenas em Pernambuco, 17.500 funcionários públicos, das esferas municipais e estadual, em 155, dos 184 municipios receberam irregularmente o benefício.

De acordo com a Controladoria-Geral da União, com esses números, os danos aos cofres públicos federal devem ser de R$ 10 milhões, em apenas um mês. Quando os promotores encerrarem as investigações, que estão realizando em cada município, será feito um levantamento para que os pagamentos indevidos sejam ressarcidos.

Do total do auxílio emergencial pago indevidamente, R$ 23,7 bilhões foram para 6,4 milhões de brasileiros que não teriam direito ao programa. Os demais R$ 18,4 bilhões foram pagos para mães que foram cadastradas indevidamente como chefes de família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *