CLOROQUINA PODERÁ ENTRAR NO PROTOCOLO DO SUS.

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (13), que vai conversar com o ministro da Saúde, Nelson Teich, para incluir o uso da cloroquina e seu derivado o hidroxicloroquina, no protocolo de atendimento do Sistema Único de Saúde – SUS de pacientes com sintomas leves de Covid-19.

“O meu entendimento, ouvindo médicos, é que ela deve ser usada desde o início por parte daqueles que integram o grupo de risco. Para pessoas com comorbidades ou de idade, já deve ser usada a hidroxicloroquina”, disse Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada.

   O Conselho Federal de Medicina (CFM) não recomenda o uso da droga, mas autorizou a prescrição em situações específicas, inclusive em casos leves, a critério do médico e em decisão compartilhada com o paciente.

“Está sendo usado largamente no Brasil, mas não na rede SUS. Na rede SUS o médico tem uma cartilha, que é o protocolo, se ele usa algo diferente daquilo ele vai ser responsabilizado.  “Estamos tendo centenas de mortes por dia. Se existe a possibilidade de diminuir esse número com cloroquina, por que não usá-la?”, questionou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *