COVID-19: ESTADO CONSTATA AUMENTO DOS CASOS EM CRIANÇAS E AMPLIA NÚMERO DE LEITOS

    Secretaria Estadual de Saúde – SES, divulga balanço  dos casos confirmados da Síndrome Respiratória Aguda Grave ( – SRAG, em crianças desde o início da pandemia. Os números apontam que a infecção atingiu até agora 647 crianças na faixa etária até 14 anos e registrados 48 óbitos.

   Há uma preocupação da SES, em relação ao aumento dos casos de infecção no mês de agosto – uma vez que as crianças estão saindo mais com os pais com o Plano de Convivência da Covid-19 e passam a ficar mais expostas. A Secretaria está observando uma maior demanda por leitos pediátricos na rede de saúde e resolveu ampliar as equipes e o número de leitos pediátricos. 

“Nós temos observado uma maior circulação de crianças junto com seus pais na volta do plano de convivência.  Estive em um shopping e a gente observa que cada vez mais,  pais com seus filhos circulando. Isso faz com que as crianças se exponham mais”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo”.  

  De acordo com o secretário dentro do planejamento da rede de assistência pediátrica foram abertos dez leitos de UTI neonatal no Imip nas últimas semanas, dez novos leitos de UTI pediátrica e 17 novos de enfermaria no Hospital Barão de Lucena. “Atualmente são mais de 100 leitos voltados para crianças e bebês no Estado, para atendimento da Covid-19, dos quais 37 são de terapia intensiva. A taxa de ocupação até agora é de 64%.  Estamos avaliando as possibilidades de ampliação de novas vagas, junto aos serviços de referência para Covid-19” ressaltou André Longo.  

  Dos 647 casos confirmados da SRAG,  316 casos são de crianças até 1 ano; 227, de 2 a 9 anos e 104 casos de 10 a 14 anos. E, dos 48 óbitos, 26 foram de crianças na faixa etária de 1 ano; 18 mortes entre crianças de 2 a 9 anos. Com relação a proporção de positividade para Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), a média em Pernambuco, desde o início da doença, está em 53% entre todas as idades. Quando a gente analisa as crianças com Srag essa proporção de positividade é menor e chega a 26%. 

    Dos casos registrados dessa síndrome: 4 são do sexo masculino e cinco do sexo feminino. Com idades entre 4 e 13 anos e residentes nos municípios de Joaquim Nabuco, Sirinhaém, Goiana, Limoeiro, Timbaúba, Caruaru, Flores e Recife. Além de uma criança de Alagoas, do Município de Maragogi, que foi assistida na rede estadual de saúde. “Todos tiveram resultado positivo para Covid-19 e os adoecimentos ocorreram entre maio e agosto”, afirmou Longo.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *