DENGUE MATA CANTOR SERTANEJO NO INTERIOR DE SÃO PAULO

 Morreu na manhã deste domingo (12), aos 27 anos, o cantor sertanejo Leandro Antônio Breda. O músico, que vivia na cidade de Rio Claro, interior de São Paulo, fazia dupla com Andres e faleceu vítima de uma dengue hemorrágica e choque hipovolêmico – quando o coração deixa de ser capaz de bombear sangue para todo o corpo.

 A notícia foi lamentada pelo parceiro Andres nas redes sociais dos artistas. “Dia mais que triste. Que esteja sempre em nossos pensamentos, por muito mais tempo que ficou entre nós. Estamos juntos, meu parceiro, você daí e eu de cá. Um dia cantaremos juntos novamente”, escreveu Andres.  

 Enquanto as autoridades do País se voltam para a pandemia da Covid-19, a dengue continua matando e os números, há muito tempo não é informado. Enquanto isso, a população, segue em”estado de choque”, com as medidas restritivas de isolamento não está se dando conta dos demais vírus que tomam conta do Brasil.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *