DEPUTADA TEREZA LEITÃO ADMITE ABALO NA RELAÇÃO POLÍTICA PT/PSB NO ESTADO

A deputada estadual Teresa Leitão (PT) avalia que ficaram “feridas abertas” na relação entre o PT e o PSB, após a intensa troca de farpas e acusações entre os candidatos que disputaram a Prefeitura do Recife pelas siglas. Segundo ela, as rusgas levarão um tempo para “cicatrizarem”.

“São feridas, do ponto de vista da relação política, muito difíceis de cicatrizar porque uma coisa é uma rixa política em uma disputa, outra coisa é o desrespeito político, a acusação baixa, a utilização de imagens”, avaliou. “Quando um partido governamental e hegemônico no Estado faz isso, a gente fica bem preocupado”, afirmou. 

Teresa Leitão disse ainda, que, nesta segunda-feira (07), a diretoria estadual do partido estará reunida para decidir qual será a postura política adotada pela sigla na capital pernambucana.  Parlamentar não descarta a possibilidade do lançamento do nome da deputada federal Marília Arraes (PT) ao Governo do Estado. Mas ressalta, no entanto, que ainda é cedo e que deve-se levar em consideração o projeto nacional da sigla. 

“A eleição estadual não é uma eleição solteira como a municipal. Ela é uma eleição conjugada com a nacional. Nós sabemos que não vamos ter o PSB no nosso palanque, sabemos que ele vai migrar para o PDT ou para o campo de direita, tenho certeza disso”.

“Então, é necessário que o PT faça essa avaliação onde teremos candidatura própria, onde apoiaremos outras candidatura e a ligação disso com o nosso projeto nacional. Ela é um bom nome, sem sombra de dúvidas, mas ainda é cedo porque o próprio PT ainda não fez a avaliação, o PT estadual vai fazer essa avaliação”, pontuou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *