DEPUTADO DIZ QUE NÃO É FAVORÁVEL A RETOMADA DAS AULAS PRESENCIAIS

   Em audiência pública da Comissão de Educação e Cultura da Alepe que debateu os caminhos para a volta às aulas em Pernambuco, o deputado estadual professor Paulo Dutra (PSB) posicionou-se contrário ao retorno imediato das aulas no Estado.  O Parlamentar esclareceu que sua sugestão para a utilização do ensino híbrido, que mescla atividades presenciais e remotas, nos anos finais (5º e 9° anos do Ensino Fundamental e 3° ano do Ensino Médio, EJA e Subsequente) é uma alternativa para o caso de o Governo do Estado decidir pelo retorno ainda em 2020. 

  “Eu não sou a favor da volta às aulas, é preciso esclarecer isso. Mas, no caso da decisão do Governo do Estado por uma volta, nós sugerimos que apenas os estudantes dos anos finais voltem por meio do ensino híbrido, seguindo os protocolos de segurança estabelecidos. Os demais anos devem permanecer de forma remota. Eu sou um grande defensor da EAD, do ensino remoto, tanto que nossa proposta é deixar de se avaliar esse estudante no final de 2020 e avaliar apenas em 2021. 

  Nossa proposta é se fazer 2020 e 2021 em um ano só. “De forma alguma nos posicionamos a favor da volta às aulas, mas em voltando, devemos diminuir ao máximo o número de educandos e professores nas salas de aula”, disse Dutra.  A audiência solicitada pelo próprio socialista, que é vice-presidente da Comissão de Educação e Cultura, contou com a presença de secretários de educação do Estado e do município, além de lideranças classistas e estudantis. 

  As considerações a favor e contrárias à volta às aulas serão compiladas em um relatório e enviadas para o governador Paulo Câmara. “Solicitamos essa reunião por entendermos que o momento exige muito diálogo antes que qualquer decisão seja tomada sobre o retorno de educandos e educadores às escolas”, finalizou Dutra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *