ELEIÇÕES DA CÂMARA: PSDB DEVE ABANDONAR BLOCO E DESISTÊNCIA DE ROSSI JÁ É COMENTADA

Diário do Poder

A debandada do DEM inspirou outros partidos e o PSDB, também caminhar para definir nesta segunda-feira (1º), sua saída do bloco de apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), à presidência da Câmara. A debandada fragilizou Baleia de tal maneira a que no fim da noite deste domingo (31), já circulavam rumores sobre a desistência do candidato de Rodrigo Maia, que não quer correr o risco de uma votação humilhante.

A “neutralidade” decidida neste domingo pela bancada do DEM foi uma reação à atitude do próprio Maia, que incluiu o partido entre os apoiadores de Baleia sem ao menos consultar os deputados. Antes de iniciar a reunião deste domingo, a maioria dos deputados do DEM já apoiavam Arthur Lira (PP-AL).

Após a saída do DEM do bloco de apoio articulado por Rodrigo Maia – que é seu filiado – outros partidos passaram imediatamente a rever o apoio a Baleia e até mesmo, como no caso do PT, ao candidato do DEM à presidência do Senado, Rodrigo Pacheco (MG).

O grande temor dos partidos que apoiam Baleia Rossi é que sua derrota os excluirá não apenas de cargos da mesa diretora, mas do comando de todas as comissões permanentes da Câmara. Foi mais ou menos o que levou a maioria do MDB do Senado, a abandonar a candidatura de Simone Tebet (MS) para apoiar Pacheco.

Maia reagiu mal à decisão do seu partido, que na prática o deixou falando sozinho. Após gritar descontrolado que não aceitava a decisão da bancada – como se isso tivesse algum significado – ele ameaçou vingança contra “o grupo de Bolsonaro”: à aceitação de “qualquer um” dos pedidos de impeachment do presidente. Com informações,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *