EMPRESÁRIOS DO POLO DE CONFECÇÃO DOAM MAIS DE 20 MIL MÁSCARAS AO IMIP

Polo de Confecções de Pernambuco –  que  abrange as cidades  de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe – atingiu a marca de 6 milhões de máscaras de proteção vendidas.  E como forma de agradecimento à sociedade pernambucana, pelo apoio recebido neste momento de pandemia, 37 empresários  se juntaram  e doaram mais de 20 mil máscaras ao Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP. Equipamentos  foram repassados aos acompanhantes de pacientes da unidade, nesta  sexta-feira (26), unidade hospitalar,  Bairro dos Coelhos, no Recife.

  A iniciativa de doar máscaras ao IMIP partiu dos próprios empresários do polo. Desde o início da pandemia, eles sempre demonstraram o interesse de retribuir, de alguma forma, a confiança depositada neste momento tão difícil em que todos nós estamos passando. Além disso, está sendo uma clara demonstração de união desses empresários em prol de uma causa nobre. Coube ao Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções  – NTCPE  definir o local para a doação e fazer toda a articulação entre os envolvidos.  “O IMIP sugeriu a quantidade de 10 mil máscaras e as empresas conseguiram dobrar esta meta”, comemora o presidente do NTCPE, Wamberto Barbosa.

   Os produtos estão sendo fabricados  através do projeto “Máscaras para Todos” –  uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, para ajudar o setor neste momento de pandemia.  O próprio Governo de Pernambuco já adquiriu, através da AD-Diper, um lote de 1 milhão de máscaras de tecido do Polo de Confecções. Também foram adquiridas 200 mil unidades de protetores faciais para abastecer os servidores que continuam trabalhando em contato com o público. Vale destacar que as máscaras de tecido não são indicadas para os profissionais da saúde.

  Cerca de 130 micros e pequenas empresas que adquiriram o selo emitido pelo NTCPE, para atestar a padronização e a qualidade do produto, são fornecedoras. Juntas, elas respondem por mais de 2 mil empregos diretos na região. O projeto foi viabilizado com recursos da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e integra mais uma ação do plano anunciado pelo governo estadual, no início da pandemia provocada pelo coronavírus, para apoiar as empresas do Polo de Confecções (saiba mais em https://cutt.ly/zylJUjX).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *