ESTADO AMPLIA TARIFA SOCIAL DE ENERGIA PARA MAIS 17 MIL FAMÍLIAS

Durante a reunião desta quinta-feira (16) do Comitê Nacional de Secretários da Fazenda (Consefaz), o Governo de Pernambuco votou pela aprovação da isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) na conta de energia elétrica de consumidores até 220 KW/h mensais.

 A medida, que terá validade enquanto durar a pandemia do novo Coronavírus, amplia em 176 mil o número de famílias pernambucanas beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE),  enquadrando-as na categoria residencial de baixa renda.

“Antes dessa  aprovação, Pernambuco já figurava entre os estados da federação que mais ajudavam o consumidor de baixa renda, em virtude de termos uma isenção para a família que consumia até  140KW/h. Isso já contemplava 650.730 famílias pobres, quando grande parte das entidades sub-nacionais isentam até 100 KW/h”, explicou o secretário estadual da Fazenda, Décio Padilha: “Agora, contamos com 834 mil famílias isentas em Pernambuco.”

  A concessão do  benefício  indica que o estado de Pernambuco renunciará R$ 56 milhões de arrecadação de ICMS até  dezembro de 2020. “Essa é mais uma medida que estamos adotando para ajudar a parcela mais vulnerável da nossa população. 

“É um esforço necessário para superarmos esse momento tão complexo imposto pela pandemia”, ressaltou o secretário da Fazenda de Pernambuco, que atuou na articulação da aprovação da isenção junto a representantes de outros estados que estavam em dúvida sobre a iniciativa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *