FARMÁCIAS SÓ PODERÃO VENDER IVERMECTINA COM RECEITA EM DUAS VIAS DIZ ANVISA

  A partir de agora, o medicamento vermífugo Ivermectina somente poderá ser comercializado  pelas farmácias mediante  receita em duas vias, sendo que uma delas ficará retida pelo estabelecimento .  Nova medida atende  normatização  da  Agência Nacional de Vigilância Sanitária  – Anvisa .  Decisão muda o controle sobre esse tipo de medicamento,  indicado para sarna, piolho e parasitas intestinais.

Até então, a exigência era apenas de apresentação de uma via de receita simples, o que, na prática, é pouco cobrado pelas farmácias. A mudança ocorre em meio a um aumento na busca pelo medicamento.   Nos últimos meses, mensagens que indicam a ivermectina como possível droga para a Covid-19 têm circulado nas redes sociais, embora não haja nenhuma comprovação científica de eficácia no combate à doença. Segundo a Anvisa, o objetivo da nova norma é evitar o uso indiscriminado do medicamento.

   No  documento deve ter dados do médico e paciente, informações sobre a indicação do medicamento e data de emissão, com validade para 30 dias.

Na prática, o novo modelo é semelhante ao usado para venda de antibióticos, por exemplo. A Anvisa, porém, optou por colocar a ivermectina em uma norma única voltada para controle de medicamentos em meio à emergência pela Covid-19. Com a exigência de retenção de receita, o medicamento passa a fazer parte do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados. A exceção, segundo a Anvisa, vale para caixas de ivermectina que já constavam do estoque de farmácias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *