FEITOSA CRITICA GESTÕES E COBRA AÇÕES PARA A SITUAÇÃO DOS MOTORISTAS E DAS ESCOLAS

Coronel Feitosa voltou a se posicionar sobre mais um ato de paralisação dos ônibus e o retorno das aulas nas escolas municipais. O candidato à Prefeitura do Recife pelo PSC criticou o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife pela falta de diálogo e planejamento, afirmando que profissionais e famílias pagarão o preço pela irresponsabilidade nestas duas situações.

 Nesta terça-feira (13), motoristas voltaram a paralisar suas atividades nos principais corredores da cidade, deixando passageiros sem transporte até o seus locais de trabalho. “Estes profissionais estão reclamando sobre a implantação imediata da dupla função. Mais uma vez o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Júlio agem sem planejamento, sem diálogo com a categoria e são os responsáveis por todo esse caos enfrentado pela população, que não conseguiu chegar ao seu trabalho nesta manhã”, afirmou o coronel.

Feitosa cobrou por mais sensibilidade e preocupação com os motoristas e cobradores de ônibus. “Estamos falando de milhares de mães e pais de família que ficarão sem os seus empregos. O ideal seria que tivéssemos um período de transição, com estes profissionais sendo requalificados e absorvidos em outras funções”, disse.

VOLTA ÀS AULAS – Também nesta terça foram retomadas as aulas nas escolas particulares. O Coronel Feitosa se colocou a favor de que os estudantes voltem, desde que a segurança das crianças e adolescentes seja garantida pelo governador do Estado e pelo prefeito do Recife.   “As escolas particulares se organizaram e conseguiram voltar com as aulas presenciais. Muitos estudantes da rede pública têm problemas para acompanhar as aulas remotas e, assim como eles, os pais estão esperando por essa volta também nas redes estadual e municipal. Paulo Câmara e Geraldo Júlio precisam garantir que seja seguro o retorno desses estudantes às instituições de ensino, com o cumprimento rigoroso do protocolo sanitário”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *