GOVERNO FEDERAL ESTENDE BENEFÍCIO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse à Comissão Mista do Congresso Nacional, que acompanha medidas de enfrentamento da Covid-19, que a pasta emitiu um parecer favorável ao Palácio do Planalto, para que as mães menores de idade e os pais chefes de família monoparentais devem entrar para o grupo de brasileiros aptos a receber o auxílio emergencial de R$ 600.

O Ministro da Cidadania também foi bastante cobrado por deputados e senadores sobre as longas filas nas agências da Caixa em todo país, formada por pessoas em busca do auxílio emergencial. “Raríssimos lugares no Brasil estão com filas. Eles (Caixa) estão melhorando o serviço em  parceira com os municípios. Na segunda parcela a esteira de trabalho já é mais fácil, a metodologia é melhor, as pessoas estão mais tranquilas. Acho que teremos um período de mais tranquilidade, se Deus quiser”, disse.

   Ministro  Lorenzoni lembrou que quando foram feitas as primeiras projeções de quantos brasileiros poderiam receber o auxílio, com base em estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada  – IPEA  e da Fundação Getulio Vargas  – FGV,  o  quantitativo era em torno de seis a oito milhões de invisíveis no Brasil. No entanto,  “nós encontramos mais de 21 milhões.  Número  muito maior do que a gente imaginava, e essa foi também uma das razões para que a  se buscasse a suplementação orçamentária que o governo fez na semana passada, para que a gente pudesse completar a primeira parcela”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *