HOSPITAL MIGUEL ARRAES REGISTRA RECORDE DE ACIDENTE DE MOTO EM 20 DIAS.

   O crescimento no número de acidentes de moto ocorrido este mês vem chamando a atenção da direção do Hospital Miguel Arraes (HMA), localizado em Paulista. Entre 1 e 20 de julho, das 665 notificações relacionadas a acidentes de trânsito na unidade, 468 envolveram motociclistas (70,4% do total). A maioria desse pessoal não usava capacete e nem tinha carteira de habilitação

  O dado acumulado nos 20 primeiros dias de julho é superior ao registrado em todo o primeiro semestre deste ano. De janeiro a junho de 2020, 409 pessoas deram entrada no HMA por causa de acidentes de moto, em sua maioria homens, entre os 20 e 39 anos. 61% desses 409 casos foram oriundos de colisões. 

   O índice do primeiro semestre representava uma redução de 13,5% no número de registros comparado ao de 2019. O hospital atribui essa queda à pandemia do novo coronavírus, tendo em vista que os meses de abril, maio e junho foram pontuados pelo baixo número de atendimentos. A média do segundo trimestre de 2020 foi de 85,6 casos, contra 111,3 do primeiro trimestre (janeiro, fevereiro e março).

   Para o coordenador do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HMA, Francisco Couto, os números devem crescer com a retomada das atividades comuns. “As pessoas estão retornando às suas atividades normais e é natural que o trânsito de veículos seja afetado – o que fica claro tanto na quantidade como na gravidade das lesões que estamos registrando na unidade”.  Por conta disso,  lembra  o médico  “voltamos a alertar principalmente os motociclistas, para os cuidados rotineiros de segurança, com equipamentos de proteção que incluem capacete, cotoveleiras, sapatos fechados e, atualmente, máscaras contra o coronavírus, claro”, adverte o Ortopedista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *