JUSTIÇA DÁ PRAZO DE 72 HORAS PARA READMISSÃO DE RODOVIÁRIOS

  A Justiça do Trabalho expediu determinação nesta segunda-feira (01), a empresas  que  descumpriram o acordo de reverter demissão em massa de rodoviários, dando prazo de  72 horas, para  recolocação dos funcionarios.  . As decisões são as primeiras respostas às 14 Ações Civis Públicas  – ACP ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho – MPT, em Pernambuco contra as empresas de ônibus da Região Metropolitana do Recife  -RMR.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Pernambuco  – STTREPE, o número de trabalhadores dispensados coletivamente chega  a 3 mil. Além do pedido de reversão das demissões no prazo de 72 horas, o MPT conseguiu também, junto a 3ª Vara do Trabalho de Olinda e da 1ª Vara de Trabalho do Cabo de Santo Agostinho, o pagamento dos salários retroativos, a abstenção de novas demissões futuras e a apresentação de lista com todo os nomes dos funcionários demitidos e readmitidos das empresas.

  A Justiça do Trabalho expediu determinação nesta segunda-feira (01), a empresas  que  descumpriram o acordo de reverter demissão em massa de rodoviários, dando prazo de  72 horas, para  recolocação dos funcionarios.  . As decisões são as primeiras respostas às 14 Ações Civis Públicas  – ACP ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho – MPT, em Pernambuco contra as empresas de ônibus da Região Metropolitana do Recife  -RMR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *