JUSTIÇA EXTINGUE AÇÃO POPULAR CONTRA PRÉ-CANDIDATA PATRÍCIA DOMINGOS

    Justiça extingue ação movida por advogados que queriam obrigar delegada a devolver salários por atuar no regime de teletrabalho. Em nota, a pré-candidata à Prefeitura do Recife, Patrícia Domingos (Podemos), disse que está “impressionada com a baixeza e despreparo desses advogados, que alegam que eu estou em regime de teletrabalho,  quando na verdade eu estou oficialmente desincompatibilizada das minhas funções de delegada,  desde 04/06/2020, para justamente exercer atividades eleitorais”. 

  Patrícia também avisou que chegou “pra ficar, doa a quem doer”.  Na nota, a pré-candidata escreveu:  “Os advogados chegaram ao cúmulo de dizer que dei entrevista do Programa Roda Viva em 17/05/2020, sem máscara, entrevista esta que  ocorreu há mais de um ano, deixando clara as suas intenções de me difamar e distorcer a realidade. Inclusive me acusaram de estar sem máscara em uma foto com cabritos, isso mesmo, cabritos! Será que eles acreditam que os caprinos se contaminam com a Covid-19” , questionou. 

  Patrícia Domingos lembrou ainda que,  “ a Legislação Eleitoral exige que os delegados de polícia se afastem das funções 4 meses antes das eleições, portanto, de acordo com parecer da Unidade Jurídica da Polícia Civil e com a Legislação eu me encontro afastada da função de delegada desde 04/06/2020. A legislação determinou que, quem já se encontrava desincompatibilizado antes da alteração da data das eleições, permanecerá desincompatibilizado até o dia 15/11/2020”. 

  “Afirmo mais uma vez que não vou me render a essas atitudes baixas e covardes,  quem quer me intimidar claramente tá lidando com a pessoa errada. Aviso aos navegantes que eu cheguei pra ficar, doa a quem doer”.

Ass. Patrícia Domingos.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *