LOCKDOWN APERTOU AINDA MAIS O SETOR DE DELIVERY NO ESTADO DIZ ABRASEL

Associação de Bares e Restaurantes – Abrasel, diz que no primeiro fim de semana de restrições mais rígidas em cinco cidades da Grande Recife, houve uma queda, no setor de delivery, de quase 50% em comparação com a média dos fins de semana anteriores à pandemia.

  Durante o período mais rígido de isolamento social, pedir comida por delivery virou opção de comodidade, segurança e mesmo única opção para muita gente.  No entanto, a  demanda não é suficiente, para manter os empregos no estado. Desde o início da crise, já houve 40,8 mil demissões no setor,de restaurante e bares, em Pernambuco. 

   De acordo com o  presidente da Abrasel-PE, André Luiz Araújo, o cenário se complicou ainda mais com a quarentena rígida, decretada recentemente.  Ele acredita que a redução brusca de pedidos, no lockdown, ocorreu devido ao impacto da notícia que fez com que as famílias corressem aos supermercados para se abastecerem. “Além disso, houve a limitação da frota que foi inviabilizada em 50% e ao tempo chuvoso que, habitualmente, leva a uma zona de desconforto na mobilidade”, destacou. 

“Creio que haverá um melhor desempenho nas vendas do delivery nessa próxima quinzena, conforme as regras da quarentena forem sendo melhor absorvidas por todos”, afirma, André Luiz.  As compras por drive-thru também sofreram quedas da ordem de 63%. A Abrasel estima que cerca de três mil bares e restaurantes pernambucanos fechem as portas devido à crise. Um número que corresponde a 25% dos 15 mil que havia no início de 2020. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *