MAIS DE R$ 2 BILHÕES EM COMPRAS SUSPEITAS DE PREFEITURAS NA MIRA DA PF

Polícia Federal divulga constatação que, desde o mês de abril deste ano, já  realizou 52 operações em 19 estados, em busca de provas para aprofundar as investigações sobre as possíveis fraudes e as suspeitas em licitações, compras de insumos com empresas de fachada e superfaturamento,  na aquisição de equipamentos durante a pandemia, somam mais de R$ 2 bilhões.

Investigadores apuram agora, dentro desse universo de R$ 2 bilhões, quanto de fato foi desviado. Todas essas ações somaram 11 prisões preventivas, 120 detenções temporárias e 929 mandados de busca e apreensão.

INVESTIGAÇÕES NO RECIFE

  Em junho, a Polícia Federal revelou detalhes das operações, Casa de Papel e Antídoto, que tiveram como alvos as seguintes gestões municipais: Prefeitura do Recife, Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, Prefeitura de Olinda e Prefeitura de Paulista.  Relatório também mostrou que, empresários e pessoas apontadas como “laranjas” da organização criminosa  vendeu EPIs para essas instituições e 15 inquéritos já teriam sido instaurados para investigar desvios de recursos públicos durante a pandemia de Covid-19.

Além das já citadas Casa de Papel e Antídoto, uma terceira, operação denominada  Apneia e que também teve como alvo a Prefeitura do Recife, investiga a compra de respiradores de porcos que sequer tinham autorização da  Anvisa para serem  utilizados em  humanos. Fonte: Portal de Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *