MPPE E MPCO PROÍBEM SÃO JOÃO VIRTUAL DE CAMARAGIBE

  Ministério Público de Contas de Pernambuco – MPCO notificou a prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz sobre o edital para o São João virtual. A denúncia foi feita pelo Movimento Camaragibe Livre – MCL com pedido de urgência. O MPCO orienta a anulação do edital e reconhece os erros apontados na denúncia peticionada na manhã de sábado pelo MCL.   A representação do MPCO informa que tal edital é uma afronta direta à Recomendação TCE/PGJ nº 01/2020, encaminhada a todas as Prefeituras do Estado de Pernambuco. 

    Além do Ministério Público de Contas de Pernambuco, o Ministério Público de Pernambuco – MPPE emitiu uma nota requerendo a anulação do edital do São João Virtual de Camaragibe. “ Na edição do Diário Oficial dos Municípios do dia 19 de junho de 2020, foram publicados vários decretos remanejando recursos de diversas secretarias, tendo chamado a nossa atenção, que no Decreto nº 18/20202, o resultado líquido é uma transferência de R$ 2.000.000,00 da Secretaria de Educação para a Secretaria de Administração”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *