“NÃO FICOU CLARO” DIZ CHARBEL SOBRE DECISÃO DO TRE QUE LIMITOU CAMPANHA

Após decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco em proibir atos presenciais de campanha que causem aglomeração, o candidato a prefeito do Recife pelo Partido Novo, Procurador Charbel, lamentou a decisão e reclamou da ausência de diálogo entre as partes envolvidas para chegar a uma solução. 

“A decisão não foi clara. O Tribunal diz que acabou com a campanha de rua, mas ao mesmo tempo não ficou claro se panfletagem pode ser feita, se uma caminhada com até quatro pessoas é permitida, se eventos fechados que reúnam 20 pessoas estão autorizados… Esse decreto veio em um momento difícil, no meio da campanha. Isso deveria ter sido pensado antes e trabalhado junto com os candidatos”, comentou o conservador. 

Nesta sexta (30), Charbel faria uma caminhada pelo Ibura, 16h. Com a decisão do Tribunal, a ida ao bairro está mantida, mas com um ajuste: uma visita à casa de um morador simpatizante do prefeiturável, que entrou em contato com o postulante via redes sociais.  

“Não pode simplesmente proibir sem nem ouvir quem está na campanha do dia a dia, nem mesmo para tirar dúvidas de como aplicar esse decreto. Ficou obscuro. O que vai acontecer é o seguinte: quem quiser cumprir à risca vai ficar basicamente sem fazer campanha na rua. Alguns vão arriscar, pode dar certo e ficará desigual perante aos outros candidatos. Vamos ter que aprender com erros e acertos, já que faltam duas semanas para as eleições”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *