Partido Novo nega aliança nas eleições do Recife

O pré-candidato à Prefeitura do Recife pelo Partido Novo, Charbel Maroun, anunciou nesta sexta-feira (14) que a sigla não vai firmar nenhuma aliança com o grupo de oposição nas eleições do Recife.

Segundo Charbel, a sigla decidiu não apoiar os pré-candidatos Daniel Coelho (Cidadania) e Patrícia Domingos (Podemos) ou Mendonça Filho (DEM), que vem sendo apontado como possível candidato à Prefeitura do Recife pelo DEM, pelo fatos dos seus respectivos partidos usarem o fundo partidário.
O Partido Novo tem entre as suas principais bandeiras a não utilização de recursos públicos para manter as suas atividades. A sigla acredita que cabe a quem apoia os projetos do partido financiá-lo.

“Só coligaríamos com algum partido se essa legenda não usasse fundo partidário, se abrisse mão de usar o fundo eleitoral para bancar suas campanhas” afirmou Charbel, que é um dos fundadores do Partido Novo em Pernambuco.
Em um cenário de segundo turno nas eleições do Recife, o Partido Novo considera apoiar somente candidatos partidos do campo da direita, mas não faz menção à utilização do fundo partidário.

No campo da esquerda, são apontados como candidatos à sucessão do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), os deputados federais João Campos (PSB), Marília Arraes (PT) e Túlio Gadêlha (PDT).

Fonte: JC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *