POLÍCIA CIVIL REALIZA OPERAÇÃO RIPSTOP PARA CUMPRIR MANDADOS DE BUSCAS E APREENSÕES NA RMR E INTERIOR

Polícia Civil do Estado desencadeou, na manhã desta terça-feira (16), a Operação Ripstop, para apurar irregularidades em licitações. Ação acontece  em  Recife, Olinda, Camaragibe, Paulista e Petrolina.

  A investigação apura supostas  fraudes em licitações, uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro, promoção e integração de organização criminosa. Levantamento que  culminaram na  operação  foram feitas em parceria com o Tribunal de Contas de Pernambuco e tiveram início em março de 2019.  Ainda não foi informado nomes, nem as instituições investigadas ou alvos da ação

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – Dintel, com o auxílio do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro – LAB/AD. São cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, 5 mandados de suspensão provisória que proíbem   empresas de participar de licitações, 13 mandados para pessoas físicas e jurídicas de impedimento para exercerem qualquer atividade econômica que implique na contratação com o poder público e 3 mandados de suspensão do exercício de função pública.

A Justiça também determinou o sequestro de bens e valores de pessoas físicas e jurídicas investigadas. Os mandados foram emitidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Petrolina. A operação conta com 110 policiais civis.  Polícia Civil informou que vai detalhar informações das investigações e da operação, mas não informou data e horário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *