PREFEITO DE ALAGOINHAS NOMEIA ESPOSA COM SALÁRIO DE R$ 12,5 MIL

 Prefeito de Alagoinhas, no Agreste baiano, Joaquim Neto (PSD), em plena crise gerada pela pandemia do novo coronavírus nomeou a esposa, Carla Reis, para cargo na Secretaria de Comunicação da Prefeitura, com salário de R$ 12,5 mil por mês. 

  Recentemente, o mandatário cortou em 25% o seu salário, que era de R$ 22 mil, o que equivale a R$ 5.500. Já a primeira-dama, ao assumir o cargo, acrescerá na renda da família, mais R$ 7 mil, compensando com elevação, “a redução de faz de conta” anunciada  no salário do Executivo municipal. 

 Joaquim que anteriormente alegou que o corte no seu salário contribuiria para a contenção de gastos frente à crise econômica provocada pela pandemia,  negou tratar-se de uma medida compensatória. “Sob essa ótica vai até parecer que eu fiz isto pensando nisto, quando, na verdade, o intuito foi preencher uma vaga que estava interinamente ocupada por um secretário que acumulava outra pasta”, justificou o que de fato não é justificável. 

 Será que a primeira-dama tem qualificação profissional para exercer o cargo?  Outra pergunta: o Secretário que acumulava a função tinha o acréscimo dessa quantia no seu salário? Na comunicação, Carla Reis irá assumir o lugar de Gustavo Carmo, que passa a dedicar-se exclusivamente à Secretaria de Governo, após nove meses exercendo dupla função.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *