PREFEITO DIZ QUE AGLOMERAÇÕES EM BANCOS QUEBRAM O ISOLAMENTO SOCIAL

 O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB),atribuiu à ida aos bancos o principal motivo para quebra do isolamento social na capital pernambucana.  

    Diariamente, são registradas aglomerações em agências da capital. O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), atribuiu à ida aos bancos, como o principal motivo para quebra do isolamento social na capital pernambucana. 

 

  Em coletiva de imprensa transmitida pela internet, nesta quinta (23), ele informou que, no feriado de Tiradentes, na terça-feira (21), houve 140 mil pessoas a menos circulando nas ruas da cidade. Ele cobrou dos bancos uma melhor organização das filas.

  O índice citado por Geraldo Julio diz respeito ao monitoramento da localização de mais de 700 mil smartphones, feito pela prefeitura para direcionar aos bairros mais críticos as ações para incentivar que as pessoas fiquem em casa, diminuindo a disseminação do novo coronavírus.

“Na terça-feira, quando os bancos estavam fechados, tivemos um crescimento de cerca de 140 mil pessoas a mais em casa. Essa questão da procura aos bancos tem gerado a saída de muitas pessoas à rua”, apontou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *