PREFEITO GANHA MANOBRA FISCAL E VAI COBRAR IPTU ANTECIPADO

Prefeito Geraldo Julio ganhou na quebra de braço, pela antecipação do IPTU 2021 do Recife.
Apesar da revogação do relator do processo, procurador Carlos Porto, cinco conselheiros de um total de sete, do Tribunal de Contas do Estado – TCE ignoraram a decisão e numa manobra um tanto inexplicável, aprovaram na tarde desta segunda-feira, 13 a constitucionalidade da cobrança voluntária do Imposto emergencial da Covid-19 de 2021 da PCR.

Apenas dois membros do TCE votaram contra a manobra de Geraldo Julio: Tereza Dueire e Carlos Porto ( relator). Com a decisão, os grandes pagadores do Imposto, vão poder economizar de 10% a 15% em suas contas.

A Prefeitura, em nome da pandemia vai abastecer seus cofres, segundo Geraldo Julio sangrado pelos gastos decorrente de investimentos em torno de R$ 800 milhões, para tentar deter o Coronavírus na capital.

O montante que vai cair na carteira fiscal do munícipio, antecipadamente ainda é uma incógnita. O investimento, no entanto, anunciado anteriormente pelo prefeito, para a Covid- 19 foi de R$ 419 milhões. O contribuinte mais uma vez vai pagar a conta e a PCR, colher os “louros”. Para o novo gestor que vai sair das urnas na eleição deste ano fica o desafio de administrar a capital pernambucana, com cofres quase vazios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *