PRESIDENTE DO PT USOU COTA PARLAMENTAR PARA FAZER DISPAROS NO WHATSAPP

Deputada federal e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, utilizou R$ 19,5 mil da sua cota parlamentar para contratar a empresa Lead Whats, responsável por prestar serviços de disparos de mensagens automáticas.  A contratação estaria vigente desde o mês de abril, segundo o site O Antagonista.

Recentemente, contas do PT foram desativadas pelo aplicativo Whatsapp, justamente por causa dos disparos em massa.  A prática de disparo de conteúdos é considerada irregular pela plataforma. O gasto está registrado no site da Câmara dos Deputados, onde especifica também que o serviço custava R$ 1,2 mil. Depois passou a custar R$ 1,7 mil.

Ainda segundo O Antagonista, o Whatsapp já enviou notificações extrajudiciais à companhia em razão dos disparos em massa. O Whatsapp usa como critério para barrar as mensagens, o algorítmico, presente  nas plataformas e redes sociais. Ao identificar milhares de mensagens sendo enviadas ao mesmo tempo, o Whatsapp entende que tal ação não se trata de atividade humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *