PRIMEIRO DIA DE LOCKDOWN TEM DESRESPEITO DE COMERCIANTES E DA POPULAÇÃO, NO RECIFE

Foto: Hesíodo Góes/Esp.DP

Neste primeiro dia de restrição – apelidada de “quarentena rígida” – decretada pelo governo de Pernambuco na última segunda-feira (15), comerciantes e compradores do Grande Recife desrespeitaram medidas de distanciamento, uso da máscara e abertura de estabelecimentos essenciais. Houve flagrantes de lojas de vestuário funcionando normalmente, com as portas de entrada abertas pela metade. O Mercado Público de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife foi ponto de aglomeração. Muitas pessoas não utilizavam a proteção facial.

Em Afogados, na Zona Oeste do Recife, depósitos de bebidas permaneciam abertos e com circulação de compradores. A movimentação também seguiu intensa na feira do bairro. Boxes de comida receberam clientes, que consumiram alimentos e bebidas no local. A fiscalização da Prefeitura do Recife esteve no local, mas não interditou os estabelecimentos. 

TERMINAL INTEGRADO

No TI Macaxeira, motorista que não vamos identificar, informou que na madrugada desta quinta-feira (18), o movimento no Terminal não teve alterações. Segundo o condutor do coletivo da linha Macaxeira/Parnamirim, os ônibus saíram com o número de passageiros acima do recomendado, mas que a frota não apresentou redução. Ao todo, 18 ônibus circulam diariamente pelo trajeto.


“O número de pessoas continuou o mesmo e a frota também. Eu vi passageiros entrando sem máscara nos transportes, apesar de o grupo ser minoria. Nas primeiras viagens que fiz hoje, pela manhã todos os ônibus saíram com pessoas em pé. Logo no começo do dia eu não vi fiscalização pelo Terminal”, afirmou. Para o mecânico Rodrigo José, de 33 anos, o movimento de pessoas foi menor neste primeiro dia, no local.


“Eu estou indo para a empresa onde trabalho e notei que os ônibus não estão demorando tanto quanto o de costume. Também não vi a quantidade de pessoas que ficam aqui no terminal normalmente”, comentou. Durante a manhã, policiais militares e funcionários do Grande Recife Consórcio de Transportes estiveram no Terminal Integrado da Macaxeira.

Os funcionários ofereciam álcool em gel e lembravam aos passageiros a necessidade da máscara. Apesar da ação, passageiros circularam sem a proteção facial e não foram impedidos de entrar nos coletivos.  O Grande Recife informou que durante o período de restrições das atividades não essenciais, não haverá mudanças nas operações dos terminais. “Por enquanto, não haverá mudanças na operação. Vamos acompanhar o comportamento do usuário para ver como ficará a circulação dos ônibus. Porém, neste momento, tudo continua como está”, informou o Consórcio. 

Com Informações do DP 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *