PSD SUSPENDE FILIAÇÃO DE DEPUTADA INDICIADA POR HOMICÍDIO

     O Partido Social Democrático (PSD) decidiu suspender a filiação da deputada federal Flordelis (RJ). Nesta segunda-feira (24), a Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu que a parlamentar é mandante do  assassinato do próprio marido, pastor Anderson do Carmo.

  De acordo com o presidente do partido, Gilberto Kassab, a sigla vai adotar medidas internas para expulsar a deputada de seus quadros. “Diante do indiciamento da parlamentar, o corpo jurídico do partido adotará as medidas para a suspensão imediata de sua filiação e, a partir dos desdobramentos perante a Justiça, serão adotadas as medidas estatutárias para a expulsão da parlamentar dos seus quadros”, afirmou Kassab, por meio de nota.

   A deputada foi indiciada pelo crime de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, falsidade ideológica,  uso de documento falso e organização criminosa majorada. Assassinato ocorreu no dia 16 de junho do ano passado, dentro da residência em Niterói.  Na ocasião, Flordelis relatou que o pastor havia  sido morto durante um assalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *