PT DE LIMOEIRO PEDE A EXPULSÃO DE MARÍLIA ARRAES

Diretório do Partido dos Trabalhadores de Limoeiro, cidade do Agreste pernambucano  emitiu nesta  quarta-feira (16), uma moção de repúdio contra a deputada federal Marília Arraes – candidata da sigla à Prefeitura do Recife – por ter gravado um vídeo  declarando apoio a Orlando Jorge do Podemos, na cidade . A irritação causada nos filiados da legenda  no município,   decorre do fato de o PT ter  fechado apoio à reeleição do prefeito Joãozinho (PSB),  o que foi ignorado pela Parlamentar

  Orlando conta com o suporte do DEM e do PSL, dois partidos que ocupam o campo liberal-conservador.  “No dia 14 de setembro, a referida deputada proferiu falas de apoio ao candidato do Podemos no município de Limoeiro, ferindo de morte o estatuto do Partido dos Trabalhadores em seu artigo 227, incisos VIII, X e XI, demonstrando total desconhecimento e desobediência às instâncias partidárias”,  diz um trecho da nota.

  No documento, os filiados do PT na cidade chegam a pedir a expulsão de Marília: “Não aceitamos a falta de compromisso e de desrespeito desprendido pela deputada ao nosso diretório e ao nosso povo, desta forma, além de nosso repúdio, pedimos às instâncias nacional e estadual que obedeçam o nosso estatuto em seu artigo 231, que versa sobre a expulsão de filiados, em seu inciso XI, onde diz: atuação contra candidatura partidária ou realização de campanha para candidatos ou candidatas de partidos não apoiados pelo PT”.

  Os petistas de Limoeiro também se mobilizaram para que o presidente do Sindicato dos Professores do Estado de Pernambuco – Sintepe, Fernando Melo, saia do partido, por ações semelhantes à da Parlamentar. Ele participou da convenção que homologou a candidatura de Orlando Jorge. Fonte: Blog do Magno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *