RECIFE INTEGRA APLICATIVO PARA AVALIAR RISCOS DE CONTAMINAÇÃO DA COVID-19

Uma parceria entre a Prefeitura do Recife e o Ministério Público de Pernambuco  -MPPE-  integrou dois aplicativos para monitorar as áreas de risco de contaminação pelo novo coronavírus. O Atende em Casa, serviço de telemedicina do município em que o cidadão pode se consultar pela internet, está incorporando o Dycovid, aplicativo que emite alertas de aglomeração. Qualquer pessoa pode baixar as ferramentas pelo celular e receber em tempo real a classificação de fatores de risco.

 De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, o Atende em Casa já tem mais de 40 mil usuários e essa parceria pode aprimorar as ações de prevenção à doença. “A partir desta integração, nós podemos aprimorar estratégias de testagem rápida da população que estiver classificada com risco maior de exposição ao vírus, por exemplo. O DyCovid vai incorporar um painel de indicadores que inclui outras ferramentas com dados epidemiológicos, casos confirmados e atendimentos nas unidades de saúde que será permanentemente avaliado pela prefeitura e vai subsidiar tomadas de decisões em todo esse processo”, afirma o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.


  Iniciativa visa diminuir a disseminação do vírus e facilitar o isolamento social. A plataforma faz o monitoramento de áreas de concentração de pessoas através do GPS do celular. Dessa forma, é possível disparar alertas para a população em casos de aglomeração de pessoas e maior exposição ao vírus. O Dycovid foi desenvolvido durante o desafio Covid-19, promovido pelo MPPE, junto com o Porto Digital e a Secretaria Estadual de Saúde – SES-PE.  A integração desses dois aplicativos vai permitir que seja avaliado o risco de contaminação de todos os usuários, mapeia e classifica o grau de risco de contaminação de cada usuário e encaminha para o teleatendimento do Atende em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *