SEMANA DO BRASIL: LOJAS DO ESTADO ADEREM CAMPANHA DE DESCONTOS DE ATÉ 70%

Começa nesta quinta-feira (03) e vai até o proximo dia 13, a Campanha Semana do Brasil. Iniciativa foi lançada pelo Governo Federal, em 2019 para aquecer as vendas do comércio, durante a semana que se comemora a independência do país.

Em Pernambuco, lojas do comércio tradicional do Centro e de rua, além dos shoppings vão aderir à expectativa. Vários segmentos, como alimentação, eletroeletrônicos e eletrodomésticos estão inclusos na campanha de descontos.

A iniciativa visa incrementar as vendas no comércio local, ainda, afetado pelos efeitos negativos da pandemia. Porém, justamente pelo momento atípico, entidades que representam o setor não conseguem mensurar em quanto a campanha pode alavancar as vendas neste ano.

Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife – CDL, Cid Lobo, , a campanha é elaborada de forma nacional e não tem interferência direta das entidades locais. “A CDL recomenda que os lojistas fiquem à vontade para aderir ou não. Quem puder fazer promoção, é bom que faça, mas não temos participação direta na organização. A gente distribui o material para quem quiser saber o que é e como aderir. Até porque, com certeza, tudo que puder ser feito para motivar os clientes, é válido”, explicou.

” Haverá uma maior adesão das grandes redes varejistas, justamente por se tratar de uma campanha nacional e elas podem incentivar o consumo” complementou Cid Lobo.
Os shoppings pernambucanos também vão aderir à Semana do Brasil, sendo cada um com uma campanha específica.

Os descontos podem chegar a até 70% em vários segmentos, como vestuário, calçados, acessórios, alimentação, perfumaria, cosméticos, tecnologia e eletroeletrônicos. , presidente da Associação Pernambucana de Shopping Centers – Apesce, Paulo Carneiro espera resultados positivos.

"Em Pernambuco, os clientes vão poder encontrar promoções e boas oportunidades na primeira ação de impacto do varejo pós-quarentena da pandemia. Os shoppings estão preparados, mantendo a atenção aos protocolos de segurança sanitária e de fluxo de pessoas", pontuou,  o dirigente, em nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *