SINDICATO DENUNCIA GOVERNO DO ESTADO POR EPIs IRREGULARES

Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem de Pernambuco  – Satenpe  denuncia  que os profissionais de saúde estão recebendo Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) sem o selo de regulamentação. 

  Alguns modelos de máscaras (N95, PFF2 ou equivalente), que vieram da China, têm a sua comercialização proibida no Brasil, conforme Resolução nº1480/2020 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária  – Anvisa  publicada no Diário Oficial da União, na última terça-feira (12). 

  Presidente  do Satenpe, Francis Herbert,  disse  que vai  cobrar a certificação desses materiais distribuídos pelo Governo do Estado, municípios e rede privada.  Documento considerou que os “Respiradores para Particulados”  (N95, PFF2 ou equivalente) falharam em demonstrar uma eficiência mínima de filtragem de partículas de 95.  A Resolução destaca ainda,  “o iminente risco de contaminação aos profissionais de saúde devido aos materiais que não atendem às especificações de filtragem mínimas “  ressaltou Herbert.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *