TRATAMENTO URBANÍSTICO NO RECIFE: DOIS PESOS DUAS MEDIDAS

Incansável, numa luta concreta em Prol de melhorias para os recifenses, o pré-candidato a vereador do Recife, Rafael Dantas ( PDT ) publicou esta semana na sua rede social, vídeo chamando a atenção para o tratamento urbanístico discriminatório que a Prefeitura do Recife utiliza na manutenção dos equipamentos públicos da cidade.
No postagem Rafael lembra, que nas suas andanças pelos logradouros da capital, observou que a PCR, trata de formas diferentes esses equipamentos. “Enquanto o Parque da Jaqueira o melhor da cidade, localizado no luxuoso bairro com o mesmo nome, entre a imponente Rua do Futuro e a belíssima Avenida Rui Barbosa recebe anualmente melhorias, além de manutenção diária, embelezamento e equipamentos de esporte e lazer de altíssima qualidade – o mesmo não ocorre em
outros equipanentos na periferia da capital.

Parque da Jaqueira


Exemplo disto é o Parque do Caiara – um dos maiores do Recife localizado no Bairro da Iputinga, Zona Oeste da capital; ele se destaca pela precariedade e falta de atenção do Poder Público. Os poucos brinquedos existentes no local não oferecem condição de uso. Quase sempre às escuras, o local que deveria ser de lazer para a comunidade foi transformado ” em
um constrangedor cartão postal da precária administração da Prefeitura do Recife” , disse Rafael Dantas.
As diferencas no trato urbanístico, não param por aí.
Enquanto a Jaqueira recebe seus frequentadores com belíssima calcada, circundado o parque construída em blocos rústicos intertravado e exuberante tratamento paisagístico; o Caiara é cara do abandono contrastando inclusive com outras areas de lazer da capital. ” Sua edificação é toda no cimentado grosso. Nem a quadra fugiu da regra”, lembrou Rafael.
Do outro lado do Rio Capibaribe, proximidade do Caiara fica o Parque Santana, Zona Norte e a visão dele é bem diferente, tudo arrumado e bem tratado.
O mal tratamento urbanístico também acontece com o caçula da cidade: o Parque da Mscaxeira, no bairro do mesmo nome, periferia do Recife.

Acesse o nosso instagram @focopernambuco e confira o vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *