TÚLIO OFICIALIZA PRÉ-CANDIDATURA À PCR

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT) anunciou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (29) que irá se candidatar para disputar a Prefeitura do Recife. O anúncio põe fim às especulações sobre a possibilidade do PDT concorrer na vice de João Campos (PSB), e acaba afetando diretamente a relação do PDT com a Frente Popular, liderada pelo PSB no estado. O partido é presidido em Pernambuco pelo deputado federal Wolney Queiroz, aliado de primeira hora do governador Paulo Câmara (PSB). 

“Mesmo reconhecendo a importância histórica do PSB aqui no estado, e mesmo reconhecendo o momento que vivemos no Brasil, com uma aliança que tenta apresentar um projeto alternativo nesse campo progressista, o PDT vem afirmar que terá candidatura a prefeito na cidade do Recife”, disse o agora pré-candidato oficialmente. 

O pedetista fez críticas a gestão do prefeito Geraldo Julio, que encerra o seu segundo mandato neste ano, e sobretudo o posicionamento do PSB nas últimas eleições no município, que segundo ele, tem trabalhado para desarticular candidaturas adversárias. “Temos feito várias avaliações dentro desse processo, da conjuntura política nacional, estadual, do processo que está colocado na cidade há oito anos e prometeu uma série de avanços aos recifenses, mas nfelizmente ainda lidera e tem o título de campeão no que diz respeito às desigualdades sociais. É uma cidade que hoje passa por uma crise política-eleitoral por falta de escolhas, porque sempre foi o módulo desses atuais governantes dessa cidade, a tentativa de ganhar projetos eleitorais por W.O, por retirar projetos, afastar pessoas que tem legitimidade de disputar mandatos”, pontuou Túlio.

Para disputar a sucessão do prefeito Geraldo Julio (PSB), Túlio tem a benção do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e do ex-governador do Ceará Ciro Gomes, uma das principais lideranças do partido, com quem conversou nessa semana antes de fazer o anúncio. 

Fonte: JC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *