VEREADORES DE CHÃ GRANDE INVIABILIZAM CANDIDATURA DE DANIEL ALVES EM GRAVATÁ

As contas do exercício financeiro em 2015, do ex-prefeito de Chã Grande, Daniel Alves (PSC), foram reprovadas durante reunião da Câmara Municipal realizada na noite desta quarta-feira (15). A rejeição já havia sido recomendada pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco – TCE-PE, que apontou através de parecer técnico, uma série de irregularidades. 

 Sete vereadores seguiram a orientação e votaram pela reprovação das contas do Ex-prefeito. Somente três vereadores votaram pela aprovação: Danielle Alves (PDT), Dandão (PDT) e Sérgio do Sindicato (PT). Dos 11 legisladores da Casa, apenas o vereador Irmão Zaninho (PL) não compareceu à sessão. 

  Com a decisão, Daniel Alves fica inelegível por oito anos, conforme prevê a Lei da Ficha Limpa e seus planos de participar da corrida eleitoral, em Gravatá – cidade onde ele já se apresenta, como pré-candidato a prefeito pelo PSC –  ficam totalmente inviabilizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *