VOO DA AZUL DECOLA DO RECIFE RUMO A ÍNDIA PARA BUSCAR VACINAS CONTRA COVID-19

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou nesta quinta-feira (13), que um avião vai decolar da capital pernambucana, com destino a Índia para buscar dois milhões de doses da vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório Serum. O voo partirá do Aeroporto Internacional do Recife, amanhã. As informações são do Portal FolhaPE.

Em comunicado de imprensa, a Companhia aérea Azul confirmou o anúncio do Ministro da Saúde, sobre as ações contra a Covid-19 realizadas pelo Ministério da Saúde no Amazonas. De acordo com a empresa, um Airbus A330neo, maior aeronave de sua frota, parte do Aeroporto Internacional do Recife às 23h desta quinta-feira rumo a Mumbai, na Índia.

O imunizante produzido pelo laboratório indiano é desenvolvido pela AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford. O Governo Federal aguarda a aprovação emergencial da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) – a agência deve anunciar seu veredicto no próximo domingo (17).

“É o tempo de viajar, apanhar e trazer. Já está com o documento de exportação pronto. Data de decolagem para o dia 16 [a volta]. Então, quando nós tivermos a posição da Anvisa, nós temos o material para distribuir”, disse o ministro.

De acordo com a Azul, o voo terá duração de 15 horas e não terá escalas em um trajeto de mais de 12 mil quilômetros. A previsão para chegada no Brasil das vacinas produzidas na Índia é no sábado (16), no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, por volta das 15h.

No comunicado, a Azul ressalta que a Azul Cargo, sua unidade de cargas, tem “larga experiência e excelência no transporte e logística de cargas farmas e sensíveis”. O avião que irá à Índia será equipado com contêineres espessos que garantirão o controle de temperatura da carga de acordo com as recomendações do fabricante.

“Temos orgulho em realizar esse voo inédito para a Índia que trará mais um sopro de esperança na cura para a Covid-19. Estamos preparando nossa aeronave para trazer essas doses que, com a aprovação das autoridades sanitárias, serão distribuídas posteriormente para todas as regiões do Brasil”, destacou o presidente da Azul, John Rodgerson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *