MILITANTES PEDEM QUE O PT ENTREGUE CARGOS NO GOVERNO E EXPÕEM RACHA NO ESTADO

Foto: Divulgação

Militantes filiados ao PT de Pernambuco pedem que o partido entregue de imediato os cargos que ocupa no Governo do Estado. Com vista nisto, a sigla deu início semanas após o segundo turno da disputa pela Prefeitura do Recife – em que Marília Arraes (PT) foi derrotada por João Campos (PSB).


Durante sua campanha, o prefeito João Campos repetiu em entrevistas que em seu governo “não haverá indicações políticas do PT”. O documento foi assinado por 318 petistas e é destinado ao Diretório Estatual do Partido dos Trabalhadores. Os petistas afirmam concordar com a nota de Secretaria da Juventude do PT, que, em dezembro, pediu o rompimento com os pessebistas no plano estadual.

Oscar Barreto, membro do PT, comandou até outubro de 2020 a Secretaria de Saneamento do Recife. Em entrevista ao Diario de Pernambuco, Oscar diz respeitar a expressão dos políticos, mas afirma não ter assinado. “Se querem se expressar pelo abaixo-assinado, está tudo bem, todo tipo de expressão vale, desde que não seja algo que ataque pessoalmente as pessoas”, disse o petista.


Ele também ressaltou, que, até o final deste mês, petistas irão se reunir. O foco será foco será que algo seja definido, para avaliar a manutenção ou o rompimento com o PSB. “Após esta reunião do Diretório, ainda este mês, é que terá uma posição”, frisou Oscar Barreto afirmando que será um debate resolvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *