TSE REFORÇA ORIENTAÇÕES PARA O SEGUNDO TURNO DO PLEITO

O primeiro turno das eleições municipais de 2020 apresentou  índices altíssimos de abstenção, especialmente em São Paulo (27,3%) e no Rio de Janeiro (28%).  Em todo o País,  23,1% dos eleitores deixou de ir  as urnas. Neste domingo (29), o eleitor que  não votou no primeiro  turno, poderá exercer normalmente o direito neste domingo.  

Para isto, é importante consultar seu local de votação com antecedência. O serviço de consulta à seção eleitoral já está disponível na internet e o blog  explica passo a passo  como  utilizá-lo. Nos links abaixo, elencamos informações úteis que todo eleitor deve saber ao chegar à Zona Eleitoral: o que levar,  o que pode e não pode e como justificar. Tire suas dúvidas sobre que cuidados extras são importantes para votar com segurança em meio à pandemia de Covid-19.

MÁSCARA É OBRIGATÓRIA

Os eleitores deverão usar máscaras para votar. Quem estiver sem não poderá entrar no local de votação. O TSE disponibilizará 3,5 milhões de máscaras em seções eleitorais pelo país para quem não têm condições de comprar ou para aqueles que esquecerem de levar.

SEM ACOMPANHANTE

A orientação do Tribunal Superior Eleitoral – TSE é que os eleitores não levem crianças ou acompanhantes ao local de votação.

MAIORES DE 60 ANOS

O horário das 7h às 10h será prioritário para pessoas com mais de 60 anos. Outros eleitores com menos de 60 anos que cheguem aos locais de votação nesse período, não serão impedidos de votar, mas deverão aguardar no final da fila ou em uma fila separada, respeitando a preferência.

HIGIENIZAÇÃO

A Justiça Eleitoral fornecerá álcool em gel para que cada eleitor limpe as mãos antes e depois de votar. Nos locais de votação, haverá marcações com fitas para apontar o distanciamento de 1 metro entre os eleitores na fila e também em relação ao mesário.

LEVE SUA CANETA

O TSE orienta que as pessoas levem, se possível, suas próprias canetas para assinar no caderno de votação. Para quem não fizer isso, os mesários entregarão canetas higienizadas, que deverão ser limpas novamente após a assinatura do eleitor.

 SE TIVER FEBRE

O Tribunal Superior  Eleitoral orienta que eleitores, mesários ou colaboradores que estejam com febre ou tenham sido diagnosticados com Covid-19, nos 14 dias antes das eleições não compareçam à votação. Eles poderão justificar a ausência por este motivo.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *