ALEPE COMEMORA 186 ANOS COM LANÇAMENTO DE PROJETO PARA FORMAR LIDERANÇAS

O aniversário de 186 anos da Assembleia Legislativa de Pernambuco – Alepe foram assinalados nesta quinta-feira (01), pelo lançamento do “Projeto Lideralepe” – uma iniciativa inédita que vai oferecer gratuitamente à população, capacitações online direcionadas à formação política e ao desenvolvimento de lideranças.

A solenidade, realizada por videoconferência, devido a pandemia do novo coronavírus, contou com a participação de representantes dos três poderes e da comunidade acadêmica que destacaram a importância do “Lideralepe”, na formação de novas lideranças políticas. O evento inaugural do projeto foi marcado com a palestra do estrategista espanhol Antônio Sola, que falou sobre “Globalização e Transformação Digital”.

O “Lideralepe” é um projeto pioneiro no Estado e vai acontecer via Escola do Legislativo, em parceria com o curso de Ciência Política da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, que elaborou o conteúdo da primeira formação virtual que acontece no próximo dia 14, com o tema “Desenvolvimento de Lideranças”.

Durante o lançamento do “Lideralepe”, o presidente da Assembleia, deputado Eriberto Medeiros (PP) disse que, que os desafios enfrentados pela pandemia reforçam a necessidade de atualização e formação de novas lideranças voltadas para a boa política. “Diante das muitas atribuições que recaem sobre o Poder Público nesta época, as instituições precisam se reinventar para atender às novas exigências do mundo globalizado”, destacou.

PALESTRANTES

Responsável por cerca de 450 campanhas eleitorais, em 25 países, o espanhol Antônio Sola pontuou as sete principais mudanças políticas observadas atualmente no mundo. Dentre elas: a transição do voto cerebral para o emocional, a passagem da era da informação para a comunicação, a sobreposição da inteligência coletiva ante a inteligência emocional, a persuasão para a comunicação e o público versus povo. 

De acordo com o palestrante, uma política para fazer sentido deve proporcionar melhoria de vida das pessoas. “Os modelos democráticos que conhecemos estão se tornando estreitos e deixando de ajudar as pessoas. Precisamos incorporar os cidadãos nas decisões por meio de poderes públicos, transparentes, solidários e cooperativos”, disse.  Neste sentido, o especialista elogiou a proposta do Lideralepe. “O que a Alepe está fazendo hoje, no seu aniversário de 186 anos, é usar a tecnologia para construir um modelo de política mais solidário, altruísta e cooperativo”, observou.

Coordenador do curso de Ciência Política da UFPE, o professor Adriano Oliveira destacou a importância de as instituições responderem ao interesse crescente pela política demonstrado pelos cidadãos. “A função essencial (do projeto) é trazer para dentro da Assembleia, com a contribuição da universidade pública, pessoas que estão interessadas em debater as instituições, a democracia e as políticas públicas”, afirmou.

A iniciativa da Alepe foi saudada pelo reitor da UFPE, professor Alfredo Gomes; pela presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais – Unale , deputada Ivana Bastos (PSD-BA) e pelo Defensor Público-Geral do Estado, Fabrício Lima. 

Participaram também do evento representantes da Justiça Eleitoral, Tribunal de Justiça, governo do Estado e das câmaras de vereadores. Falando em nome dos parlamentares, a deputada Teresa Leitão (PT) afirmou que a política precisava ser vista com outro olhar. Em sua avaliação, a cultura de desvalorização e criminalização da política exige que os bons cidadãos trabalhem na política.

INSCRIÇÕES

O primeiro curso do “Lideralepe”, “Desenvolvimento de Lideranças”, tem início no dia 14 de abril, com 64 horas-aula. As inscrições são gratuitas. Mais informações pelo WhatsApp: (81) 99544-9989.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *