BANCADA DO PT NA CMR SE MANIFESTA CONTRA DECLARAÇÕES DE RENATO ANTUNES

Foto: Instagram/Reprodução

 Bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), na Câmara Municipal do Recife divulgou nota de repúdio às declarações do líder da oposição, o vereador Renato Antunes (PSC). Renato afirmou, durante entrevista semana passada, que o PT é um partido “esquisito”. A nota da bancada petista é assinada pelos vereadores Liana Cirne, Jairo Brito e Osmar Ricardo.

“Na Câmara Municipal do Recife temos uma atuação independente. Fazemos uma oposição responsável. A oposição pela oposição, destituída de conteúdo ou fundamentos, de fato nos é estranha. Nossa posição é de criticar, confrontar e denunciar o que acreditamos estar errado na condução do Executivo municipal, mas também de propor e construir políticas que têm o condão de melhorar a vida dos recifenses”, afirmam os vereadores.


A nota também faz referência ao uso da palavra “esquisito”, utilizada por Renato Antunes. “O que é esquisito é essa crítica vir de alguém que entrou na Câmara Municipal do Recife na base do governo Geraldo Júlio, que durante dois anos foi um dos maiores defensores da gestão do PSB no Recife, e que, da noite para o dia, mudou seu discurso e virou o maior crítico da mesma gestão que defendia”, diz o texto.

CRÍTICA

Renato Antunes fez críticas ao partido na entrevista à Rádio Clube. Ele declarou que a divisão da oposição na Casa, algo inédito na cidade, nasceu de uma “inconstância” do PT  em seus posicionamentos. “O PT é meio esquisito, tem que ser estudado aqui no Recife”, justificou. “Disputaram uma eleição em 2016 contra Geraldo Julio e em dois meses viraram governo, a gente não consegue entender qual é a linha de atuação deles”, criticou o vereador, justificando a divisão de blocos na Casa. “Ora é governo e ora é oposição”, finalizou.

TRECHOS DA NOTA

“A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal do Recife vem a público repudiar as declarações do Vereador Renato Antunes (PSC) realizadas no programa Manhã na Clube, da Rádio Clube AM 720 sobre nossa legenda. Na Câmara Municipal do Recife temos uma atuação independente. Fazemos uma oposição responsável. A oposição pela oposição, destituída de conteúdo ou fundamentos, de fato nos é estranha.

Nossa posição é de criticar, confrontar e denunciar o que acreditamos estar errado na condução do Executivo municipal, mas também de propor e construir políticas que têm o condão de melhorar a vida dos recifenses. E diante dos desmandos do governo federal, a quem o vereador que subscreve as críticas contra nosso Partido apoia, incentivar e trabalhar para aprimorar o que acreditamos estar no caminho certo. Isso é coerência, e não o contrário.Temos, e sempre tivemos, um lado só.

O lado do povo trabalhador, da população da periferia, das classes menos favorecidas e dos que defendem um Recife mais justo e melhor para todos e todas. O que é esquisito é essa crítica vir de alguém que entrou na Câmara Municipal do Recife na base do governo Geraldo Júlio, que durante dois anos foi um dos maiores defensores da gestão do PSB no Recife, e que, da noite para o dia, mudou seu discurso e virou o maior crítico da mesma gestão que defendia.

O PT tem lado. Está e sempre esteve ao lado do povo brasileiro nas lutas e conquistas mais importantes para o Brasil e para nossa Cidade. É o partido que, no governo ou na oposição, sempre coloca o povo em primeiro lugar. ‘Esquisito’ é recharçar o legado petista e defender um governo genocida que já matou mais de 400 mil brasileiros/as e deixou mais 14,4 milhões de desempregados/as”.

Fonte: DP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *