ESTRATEGISTA ELEITORAL ACUSA O DEM DE COPIAR PROGRAMA DE GOVERNO DE ALBERTO FEITOSA

 

   Assessoria do candidato à Prefeitura do Recife pelo PSC, Coronel Alberto Feitosa, enviou nota ao blog, assinada pelo estrategista eleitoral  da campanha Gilmar Arruda, sobre o que considera um “plágio de proposta eleitoral”, o plano de governo do candidato majoritário Mendonça Filho (DEM).  No texto é explicitado a semelhança das proposições do Democrata, apresentadas  à mídia posteriormente a divulgação do projeto eleitoral de Feitosa.

 “Os meios de comunicação trouxeram matérias que mostram o plano de governo do candidato Mendonça Filho (DEM). O que nos causou surpresa foi o fato de o programa ser quase que uma cópia da plataforma Recife Verde Amarelo, lançada pelo Coronel Alberto Feitosa (PSC) e divulgada pela imprensa na sexta-feira passada, dia 11. O plano apresentado pelo democrata, quase como um espelho do de Feitosa, também foca em quatro eixos, alterando apenas a ordem e a nomenclatura de um deles: no do Coronel: Gestão; no de Mendonça, Institucional. Os outros três eixos são idênticos: Social, Urbano e Econômico. Na tentativa de disfarçar, o coordenador de Mendonça acrescentou a palavra “desenvolvimento” na nomenclatura de cada um. Até a subdivisão dos temas é parecida com a do Recife Verde Amarelo”.

    E prossegue: “O plano de Governo Recife Verde Amarelo foi desenvolvido pelo Coronel Alberto Feitosa após vivenciar os problemas da cidade, caminhando pelas ruas, indo às comunidades, usando o transporte coletivo, visitando os postos de saúde e sentindo na pele todas as dificuldades que a população enfrenta, como o caso da Dona Juliana, que vive numa área de morros e encostas. Um local onde deveria ter contenção de barreiras e não uma paisagem coberta por lonas plásticas. Suas propostas nasceram da experiência do dia a dia, ouvindo as pessoas comuns e especialistas nas diversas áreas com o objetivo de tirar a cidade do abandono e resgatar o orgulho do recifense”.

O seu plano foi o primeiro a ser apresentado à sociedade, antes mesmo da realização da convenção que oficializou a candidatura do Coronel para a Prefeitura do Recife. O de Mendonça, feito por uma equipe de “especialistas”, se baseia na teoria e, principalmente, parece ser uma cópia. O de Feitosa foi feito ouvindo o povo. Até a continuidade da obra da ponte que liga Monteiro à Iputinga, que já  é um compromisso assumido pelo Coronel, que esteve pessoalmente no local para fazer uma denúncia, e  também citado agora pelo pré-candidato do partido democrata. Tudo isso não pode ser mera coincidência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *