JOÃO CAMPOS ANUNCIA AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA AJUDAR POPULAÇÃO CARENTE DO RECIFE

Foto: Rodolfo Loepert/PCR

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), anunciou na manhã desta quinta-feira (18), por meio de transmissão ao vivo, nas plataformas da Prefeitura do Recife, a criação do Auxílio Municipal Emergencial (AME). Iniciativa visa ajudar a população mais carente, no enfrentamento da pandemia de Covid-19, na cidade. O projeto é destinado a 120 mil pessoas em situação de pobreza ou extrema pobreza cadastradas no CadÚnico.

Para João Campos, é preciso saber priorizar. “Ninguém vai saber fazer tudo sempre, mas aquilo que é prioritário deve ser feito. Quando a gente pega o recorte do CadÚnico, o recorte do Bolsa Família, que é um programa muito bem consolidado, hoje, na cidade do Recife existem mais de 17 mil famílias na fila de espera. Estão há mais de três meses sem receber transferência de renda”, disse . “Este público é extremamente necessitado neste momento”, ressaltou.


Segundo a Assessoria de Imprensa da PCR, o auxílio será concedido a dois grupos. O primeiro é formado por 17.176 famílias da chamada “fila” do Bolsa Família. São aquelas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), que atendem aos critérios para receber o benefício, mas estão desassistidas pelo Governo Federal. “Dessas, cerca de cinco mil sequer receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal ao longo de 2020. Para esse grupo, a Prefeitura destinará duas parcelas, em abril e maio, no valor de R$ 150 cada”.


Já no segundo grupo a ser atendido pela gestão estão 12.451 famílias que recebem atualmente o Bolsa Família e possuem filhos com idades entre 0 e 3 anos. “Para esses, o auxílio será no valor de R$ 50 mensais, também nos meses de abril e maio”, explicou a gestão, em nota enviada à imprensa. “As pessoas que atendem aos critérios para receber o AME Recife serão procurada pelas equipes da Assistência Social da Prefeitura do Recife”.


“A Prefeitura garante a proteção social às pessoas mais vulneráveis da Cidade. Sabemos a importância de chegar junto dessas pessoas, que precisam de atenção especial do Poder Público”, disse a secretária de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos, Ana Rita Suassuna, também presente ao ato de divulgação.

A vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão, afirmou que, hoje há uma necessidade de cuidado extremo. “O tempo ainda é de cuidados, está mais próximo do que longe. Vamos ser otimistas, acreditar acima de tudo. E diante desse cuidado, a gente vem apresentar o ‘AME’, que vem do ato amar mesmo. É uma decisão de amor e de cuidado”, lembrou.

“Da atenção básica, até a alta complexidade, a Prefeitura do Recife está preparada e está em constante expansão da rede para garantir a proteção dos recifenses”, disse o Prefeito. Tenho a certeza que iniciativa traz “uma opção com coerência, com a decisão que foca em quem mais precisa e, esta ação que aqui está sendo tomada, vai poder beneficiar quem mais está precisando na nossa cidade”, finalizou João Campos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *