MENDONÇA CRITICA LICITAÇÃO MILIONÁRIA DA PCR PARA AUMENTAR “INDÚSTRIA” DE MULTA NO RECIFE

Ex-ministro Mendonça Filho (DEM), critica licitação milionária aberta pela Prefeitura do Recife, em meio a pandemia, para contratação de empresa que vai atuar na aplicação de multas de trânsito , no Recife. “Não satisfeito com o aumento de 378% na cobrança, nos últimos quatro anos, o prefeito Geraldo Júlio vai gastar R$ 2 milhões com uma empresa privada para dar suporte na aplicação de multas de trânsito em plena pandemia”,  disse. 

  Mendonça tem denunciado em suas redes sociais e na Imprensa a indústria de multas, no Recife. Antes da pandemia, fez vídeo com taxista e motorista de aplicativo relatando o drama diário para circular no Recife com medo de ser multado. Em 2019, o Recife bateu recorde na arrecadação de multas de trânsito. Foram R$ 98,2 milhões contra R$69 milhões de 2018. Em 2017 foram R$36,16 milhões e em 2016, R$25,96 milhões. 

“É absurdo que o PSB, num momento de fragilidade da população em isolamento social, gaste dinheiro para crescer a estrutura de cobrança de multas de trânsito”, afirmou Mendonça. A empresa privada vencedora do pregão eletrônico conduzido pela CTTU poderá receber até R$ 2,1 milhões para dar suporte, apoio e controlar a fiscalização e o registro de ocorrências de trânsito. 

“A capital da Indústria da multa voltou com tudo e o recifense mais uma vez será o maior prejudicado. Em quatro anos o volume arrecadado pela PCR passou de R$ 25 milhões para R$ 98 milhões e continua sendo a cidade brasileira em que se perde mais tempo em deslocamento” lembrou Mendonça. A abertura das propostas do pregão eletrônico para escolha da empresa que vai turbinar a aplicação de multas no Recife está prevista para o dia 8 de julho às 10h, conforme  informou  o blog na edição de terça-feira (09).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *