MIGUEL COELHO CRITICA AUMENTO DE ICMS E DIZ QUE O GOVERNO PAULO CÂMARA É INSENSÍVEL

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), disse, na noite desta terça-feira (30), durante entrevista no Programa Frente a Frente, que o governo Paulo Câmara é insensível e toma medidas inaceitáveis, ao cobrar 15 centavos a mais no imposto da gasolina. “Em plena pandemia, o governador dá um presente de grego aos pernambucanos, que vêm sofrendo, sem horizontes pela frente”, afirmou.

Segundo o Prefeito, a partir da próxima quinta-feira, os pernambucanos terão de pagar mais pelo combustível de automóveis e motocicletas. “O Governo do Estado determinou um aumento no preço de referência do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que afetará o valor do diesel, gasolina e etanol em Pernambuco”, disse. Para ele, o Governo jamais poderia tomar medida mais impopular, porque está com dinheiro em caixa, algo próximo a R$ 2 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *