PROTESTO POR MORADIA E AUXÍLIO INTERDITA FAIXA DA AVENIDA AGAMENOM MAGALHÃES

Um grupo de moradores das comunidades de Santo Amaro e Ilha do Joaneiro interditaram um trecho da Avenida Agamenon Magalhães, na manha desta quinta-feira (29), para reivindicar moradia, Auxílio Emergencial e vacina. O protesto aconteceu na altura da rua Odorico Mendes, no Bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife. Manifestantes ergueram cartazes, atearam fogo em pneus e entulhos interditando a via.

Os motoristas que dirigiam de Olinda no sentido Recife não conseguiam passar. O Corpo de Bombeiros esteve presente no local para apagar as chamas e o trânsito voltou a fluir no local. A via foi liberada por volta das 8h15. De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco – PMPE , a manifestação seguiu, de forma pacífica.

Em nota, a Polícia Militar – PM afirmou que, agentes do 13º Batalhão foram acionados para atender o protesto. “Os manifestantes reivindicavam moradia, Auxílio Emergencial e vacina”, diz o texto. A Corporação explicou ainda, que, policiais do 16º Batalhão acompanharam o deslocamento dos manifestantes até a sede da Cehab. Também por meio de nota, a Cehab informou que “o protesto realizado por movimentos de luta por moradia […] tinha, a princípio, como pauta reivindicações ao Governo Federal”.

Ainda no texto, a companhia afirmou que, “por terem invadido a área externa da sede da Cehab, foi combinado que uma comitiva seria recebida, às 11h, pelo presidente do órgão, Bruno Lisboa e o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, na sede da secretaria, no Bairro de Santo Amaro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *