RAFAEL DANTAS COMEMORA LIMINAR QUE SUSPENDE CONTRATOS MILIONÁRIOS DA PREFEITURA

 Pré-candidato a vereador do Recife, Rafael Dantas (PDT) comemora liminar do Tribunal de Justiça de Pernambuco  proferida pela 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital.  Decisão suspende o pagamento de R$ 500 mil, pela Prefeitura de aluguel de um imóvel, onde abriga  o Hospital Provisório Covid-19, no Bairro da Imbiribeira.

    De acordo com Rafael, a sentença proferida nesta quarta-feira (29) é decorrente de Ação Popular por abuso de poder, em questões relacionadas à Covid-19  impetrada contra a Secretaria de Saúde da Prefeitura do Recife. O documento que deu origem ao processo Nº 0033933-292020.8.17. 2001 foi protocolado pelo advogado Wilson Félix  embasado  em análise realizada  pelo perito avaliador – o próprio pré-candidato pedetista – detentor de extensa e comprovada experiência na área.   

   No processo, Rafael Dantas aponta que, o montante  configura sobrepreço, uma vez que a estimativa de mercado é muito menor  que  o  anunciado pela descrito pela gestão Geraldo Julio.  Ele diz ainda que “a Secretaria de Saúde reformou o referido imóvel localizado na Avenida Mascarenhas de Moraes,  com gastos de R$ 4.410.859 milhões e não negociou nenhuma compensação financeira  com o aluguel”.

   “Na reforma, apenas  com a instalação elétrica  a Secretaria gastou  R$ 1.278,319 milhão, o que corresponde a 30%  de todo o serviço  realizado na obra” explicou.   Pela  decisão,  a PCR  tem prazo de três dias para apresentar informações sobre os contratos constantes no pedido da liminar. Já o secretário de Saúde Jailson Correia juntamente com as contratadas: GLE Empreendimentos LDTA e JCL Engenharia  deverão  entrar com defesa, em 30 dias,  pontuou Rafael Dantas.      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *