TCE INVESTIGA PREFEITURA DE IPOJUCA POR GASTOS COM CARROS BLINDADOS E JET SKI

O Tribunal de Contas do Estado – TCE investiga duas licitações feitas pela Prefeitura de Ipojuca, que envolvem um montante de R$ 18 milhões. Uma delas diz respeito à compra de fardamentos (R$ 3,6 milhões). No entanto, o mais chamativo é um contrato para locação de veículos, que inclui carros blindados de luxo e até Jet Ski. Este processo envolve R$ 14,8 milhões.

  O Ministério Público de Contas – MPCO  recebeu denúncias referentes à licitação dos fardamentos, que foi transferida para duas empresas: JC Comércio e Serviços Ltda. e Paulo Bretas Pedro Comércio de Artigos do Vestuário Eireli.  O questionamento é justamente por fazer essa transferência em plena pandemia, já que não está havendo aulas no ano letivo de 2020 em Ipojuca.

  Com relação ao contrato de veículos, o MPCO  diz  ser  “eivado de vícios”.  O órgão aponta que algumas empresas vencedoras dos lotes, a CS Brasil Frotas Ltda., a Master Silva Empreendimentos Eireli e a Monteiro Transportes e Locações Ltda., teriam descumprido requisitos do edital. Além disso, afirma o Ministério, que duas das empresas participantes de um dos lotes pertencem ao mesmo grupo familiar. O órgão solicita esclarecimentos para decidir se serão necessárias “atitudes mais drásticas”, ou se os erros podem ser sanados pela própria prefeitura. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *