FEITOSA CRITICA AÇÃO DE FISCAIS DA PCR E DIZ QUE VAI PRIORIZAR O TRABALHO INFORMAL

Coronel Feitosa, candidato à Prefeitura do Recife pelo Partido Social Cristão (PSC), se  definiu com indignação ao tomar conhecimento de um vídeo publicado na internet,  onde aparece fiscais da PCR apreendendo  material de trabalho de uma mulher. Em suas redes  sociais o prefeiturável critica a ação, o modo de o PSB governar a cidade e  pede providências a respeito. “João Campos, peça ao prefeito Geraldo Júlio –  este que você esconde, do seu partido, o PSB –  que não faça isso não! Pós-pandemia, as pessoas precisam trabalhar para se sustentar” .

  As imagens  mostram um carro parando  ao lado de uma comerciante e um homem saindo do veículo. Sem dar explicações, ele toma uma caixa de isopor da mulher (onde estão os produtos  que  seriam vendidos), depois  entra no  veículo  e vai embora. “São cenas lamentáveis. O ambulante não deve ser tratado como criminoso”, afirma Feitosa.

  O Coronel aproveitou para relembrar o que aconteceu no último sábado (17), no Bairro da Iputinga. “Isso tem se repetido na cidade do Recife. Na Iputinga, os comerciantes disseram que houve a mesma coisa. O comércio local foi fechado, sem nenhum aviso prévio por parte da prefeitura. Em plena saída de uma pandemia, como pode eles determinar que as pessoas fiquem em casa e fechem tudo? Isso é um absurdo. Estamos falando de pessoas de família que precisam trabalhar para sobreviver”, criticou.

  Em seu plano de governo, o candidato do PSC afirma que promoverá qualificação, capacitação e que os trabalhadores receberão apoio para promover melhorias em seus negócios. “Comigo, o trabalhador informal será qualificado, respeitado, terá a sua atividade valorizada e será tratado como microempreendedor. Isto será viabilizado através  de um Centro de Fomento ao Micro e Pequeno Empreendedor que será criado na Prefeitura do Recife, os comerciantes vão ter acesso a um fundo especial com recursos do próprio Poder Executivo Municipal”, ressaltou  Alberto Feitosa.. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *